Resumo

Melhorar a qualidade e produtividade dos figueirais através da modernização das técnicas utilizadas e da eficiente utilização do solo.

Descrição dos objectivos visados

-Aumentar a qualidade e quantidade de produção de figo de forma eficiente, com focalização inicial nas variedades de Figo Preto de Torres Novas e Pingo Mel, devido à particular adaptação e originalidade do primeiro, e interesse comercial do segundo;

-Redução dos custos com mão de obra através da redução do porte das figueiras e simultaneamente aumento da segurança e melhoria das condições de trabalho;

-Aumento do calibre dos frutos de forma equilibrada e da sua qualidade, através da facilitação do respetivo manuseamento. A fertilização equilibrada induz maior calibre e qualidade aos figos assim como maior resistência à epiderme dos mesmos o que facilita o manuseamento e transporte;

-Conservar e aumentar o teor de matéria orgânica do solo através do coberto vegetal;

-Disseminar boas práticas de conservação e melhoria da capacidade de resposta do solo;

-Desenvolver estudos de métodos de prevenção e proteção da produção de figo, tendo em conta as substâncias ativas disponíveis e novos métodos adequados à cultura e ambientalmente sustentáveis;

-Divulgar boas práticas com base nos resultados de experiências de comparação entre figueiras mantidas segundo novas metodologias e figueirais mantidos de forma tradicional.

Resultados previstos

-Melhoria da resposta dos pomares às novas técnicas aplicadas, prevendo-se o aumento da produção e da qualidade dos figos e a redução dos custos de produção. A demonstração de resultados será baseada nos valores das análises feitas aos frutos, folhas e solo nos vários momentos de avaliação. Estas análises permitirão quantificar os indicadores previamente definidos e obter informação sobre os níveis de atingimento dos objetivos propostos.

-Pretende-se igualmente demonstrar, através da avaliação económica, que a aposta em pomares de figueiras pode ser financeiramente interessante, uma vez que é possível rentabilizar ao máximo toda a produção, comercializando-a sob diversas formas: figo fresco, seco e transformado. Neste último caso podemos considerar, como exemplos, os sumos, compotas, vinagres, álcool, iogurtes, doçaria, chocolate, etc.

-Prevê-se igualmente desenvolver um Caderno de boas práticas agrícolas para a fileira do figo, baseado na evidência experimental.

Política de Privacidade

Todos os dados recolhidos são para exclusiva utilização por parte do GO na gestão das iniciativas a que se destinam, sejam elas, workshops, seminários, conferências, encontros, ações de formação, feiras, ações de divulgação, dias de campo, jornadas técnicas, balanços de campanhas, serviços e faturação. Não fornecemos dados pessoais a terceiros. Todos os dados recolhidos são os estritamente necessários para a organização dos eventos mencionados, serviços e faturação.

Termos e Condições

Ao participar nas nossas iniciativas e serviços, deverá manifestar o seu consentimento para a recolha e tratamento dos seus dados para fins de organização e/ou faturação. Algumas iniciativas pressupõem a captação de imagem (fotografia e vídeo) para necessidades de registo, e /ou divulgação de caracter científico ou de utilidade pública. Essa informação será sempre disponibilizada nos formulários de inscrição sendo a sua aceitação solicitada nos mesmos. A divulgação das nossas iniciativas e eventos é feita através dos nossos websites, nas nossas newsletter e no Facebook.

Cookies

Os nossos websites usam cookies para fins de facilitação da navegação nas páginas. Os cookies são ficheiros que armazenam informações no disco rígido ou browser do utilizador, permitindo que os websites o reconheçam e saibam que já os visitou anteriormente. O utilizador pode configurar o seu browser para recusar os cookies, porém nesse caso, os websites ou partes dos mesmos podem não funcionar corretamente.